“I’m Not Cool” é um título apropriado para esse comeback da Hyuna

O comeback da Hyuna, que era pra rolar no meio do ano passado mas foi adiado por conta dela ficar doente dias antes do comeback, aconteceu hoje com “I’m Not Cool”. Tudo foi replanejado nesse retorno: O que era álbum em agosto virou EP hoje, o que era single em agosto virou follow up hoje, mas a Hyunão bagaceira e gostosona que todo mundo adora está entre nós servindo tudo que a gente espera dela (Pelo bem E pelo mal):

Numa primeira ouvida eu tinha certeza absoluta que “I’m Not Cool” era a tentativa da Hyuna de vingar a “Dessert” de 2021. Isso nem é 100% errado de falar, afinal o farofão desconjuntado e frenético feito pra fazer os passivos seus fãs baterem bunda em qualquer boate por aí está presente por aqui e, se parar e refletir, “Dessert” é uma música que a Hyuna poderia ter tranquilamente na discografia.

Mas lendo a letra e vendo o MV, Hyuna quis entregar algo mais fundo do que merecer uma sobremesa por ser a fodona. “I’m Not Cool” é a Hyuna rebatendo toda e qualquer crítica sobre sua vida e trabalho, indo desde comentários falando sobre ela ser preguiçosa até o seu namoro com o DAWN, meio que falando para cada um cuidar da própria vida pois tudo que ela faz é do jeito que ela gosta e ela está muito bem não sendo legal. Tudo na letra parece batido no liquidificador pois ela quis citar um monte de coisas numa música de menos de 3 minutos e sem refrão, mas é uma ideia legal no fim do dia.

O que derruba “I’m Not Cool” é que, juntando a coisa toda, a música não ficou legal. O instrumental é típico da Hyuna, ela serve toda a atitude e deboche cantando e a letra é a própria se referenciando em toda linha, mas quando chega o dropzão de refrão a música me dá uma preguiça tão grande. Tipo, é isso aí mesmo? E aí o resto da música não vai muito além. “I’m Not Cool” é uma música que ganha pontos por ser a Hyuna cantando e servindo a personalidade dela num farofão safado, mas dessa vez só a Hyuna servindo atitude não salva um batidão qualquer de ser apenas um batidão qualquer.

O MV, pelo menos, está sensacional com ela se chamando de cobra para ilustrar a forma como ela não é uma pessoa legal mas não está nem aí e passa por tudo de forma intensa e chamando a atenção. A Hyuna deve se ver como uma personalidade que não é a mais agradável para o grande público mas chama a atenção e ganha os holofotes do mesmo jeito, sendo uma figura perigosa mas, ao mesmo tempo, provocativa e hipnotizante. A cobra também pode ser vista como a Hyuna não ter medo de brincar com o perigo e, por mais letal que seja o veneno (No caso, o backlash por qualquer coisa que ela faça), ela sabe que vai sobreviver e, no fim do dia, vai estar muito bem fazendo o que ela quer.

Eu tenho 95% de certeza que não era a intenção dessa cobra parecer qualquer meleca que botaram na cabeça da Hyuna mas tá valendo

No geral, “I’m Not Cool” é um típico lançamento da Hyuna com ela fazendo o que faz de melhor para agradar aqueles que gostam dessa figura provocativa e marcante que virou a marca registrada dela. Porém, nada nessa música me parece tão icônico para botar na zona de “Red” e “Lip & Hip” de farofas desbocadas perfeitas da Hyunão, deixando “I’m Not Cool” mais perto de tranqueiras mais inaudíveis como “Cause I’m a God Girl” e “How’s This”. Isso quer dizer que eu acho esse comeback dispensável? Claro que não, depois de duas doses de vodka amanhã tudo o que eu mais vou querer é acabar com a minha coluna dançando essa safadeza aí, mas é só mais uma música para curtir bêbado na boate e nada além disso.


Hidden gem: Show Window

O EP da Hyuna tem a mesma construção de quase todo álbum dela, com “I’m Not Cool” sendo a pior do álbum mas a que tem mais chances de viralizar com uma dancinha de TikTok. Dito isso, a melhor faixa do álbum é o R&B sensual/sexual que todo EP dela tem, “Show Window”. Uma música mais lenta e séria com a Hyuna cantando e mandando um rapzinho bem saliente para você ouvir na cama achando que está ouvindo a trilha sonora daquela parte do filme em que os protagonistas vão fazer uma sacanagem. Algum dia a Hyuna vai lançar uma música dessas como faixa de comeback com um MV nesse nível, mas por enquanto eu fico feliz dela garantir que todo álbum vai ter uma música desse tipo, pelo menos.

13 comentários em ““I’m Not Cool” é um título apropriado para esse comeback da Hyuna”

  1. A música é horrorosa, putz! Mas devo dizer que não esperava vir algo nivel Red mesmo, só pelo teaser. Mas daí fica com mínimas esperanças né?
    PS. E o visual da Hyuna foi sabotado por essa franja.

    Curtir

  2. Concordo com muitas das suas afirmativas, a diferença é que eu gostei genuinamente desse lançamento. Isso se deve exclusivamente por conta da Hyuna? Com toda certeza, mas mérito dela conseguir manter essa persona fodona/debochada intacta durante tanto tempo. É uma música extremamente enjoativa, quem acompanhou os teasers já nem deve mais aguentar esses I’am not cool na sua frente, então o pouco tempo de música conseguiu valorizar a faixa. Não esperava muito mais do que isso.

    Curtir

  3. Música ruim, a gente só aguenta até o final pelo carisma da Hyunão, fosse as quatro moscas mortas do Blackpink eu tinha fechado a aba nos primeiros vinte segundos

    Curtir

  4. “Tudo na letra parece batido no liquidificador pois ela quis citar um monte de coisas numa música de menos de 3 minutos e sem refrão.”

    Eu gostei desse lançamento, por incrível que pareça. Mas não engoli a letra estranha ainda. Enfim…

    Curtir

    1. Quando vi esse clipe ele me parecia famíliar bem ao estilo YG, eu gostei da letra ela tem muito a ver com ela,pelo menos isso, mas a música ficou muito barulhenta e não combinou com sua voz.O clipe ficou legal , só não gostei da franzinha dela, talvez por ter usado muito eu peguei ranço.

      Curtir

Os comentários estão desativados.